domingo, 4 de maio de 2014

O CATÓLICO E AS ACADEMIAS DE MUSCULAÇÃO


Muitas católicos se questionam se é permitido a eles praticarem atividades físicas, de maneira bem particular na academia, onde vemos a predominância, principalmente nas vestimentas, de um teor sexual, além de muitos buscarem a academia por um certo narcisismo e por uma valorização, muitas das vezes exagerada do seu corpo, o tornando belo, para que muitas vezes o mesmo se torne objeto de admiração própria ou alheia.

Porém perceba que tudo isso que vimos são práticas no mínimo perigosas, quando não são pecaminosas, porém as mesmas não estão na prática da musculação ou na atividade física em si, mas na intenção do agente. Portanto, podemos perceber que o problema não está na prática esportiva em si mesma, dessa maneira pode-se concluir que o agente pode sim praticar esportes na academia, mas dependendo da sua intenção ao faze-la.


Muitas pessoas praticam esporte na academia com o objetivo de terem uma boa saúde, de maneira particular os homens, para adquirirem mais força e exercitar sua masculinidade, pois é comprovado que atividades físicas que exigem força ativam a produção de testosterona nos homens. Para as mulheres também é válido fazer para ficarem bonitas, porém isso é perigoso, a beleza de uma pessoa, tanto a masculina, mas principalmente a feminina, deve ser resguardada para o seu conjugue e, guardada as devidas proporções, para o seu namorado ou noivo. 

Portanto, a beleza que se deseja alcançar na academia não deve ser objeto de queda para os outros, mas de uma auto-valorização, mas sem cair no narcisismo. Lembremos que Santo Tomás ensina que a virtude cristã se encontra no equilíbrio. Um excesso nos faz cair no puritanismo, outro excesso nos fará cair em pecado.

Dessa maneira, podemos concluir que pode-se sim, mas deve-se guardar sempre o cuidado para não cair na idolatria de si, além do fato de procurar sempre se guardar na modéstia independente do lugar que nos encontramos, de maneira particular na academia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário